Traços Europeus

Conhecida como a “Europa da América do Sul”, a Argentina moderna possui muitos traços italianos, espanhóis e de outros países europeus. Atravessando o centro de Buenos Aires, pode–se facilmente sentir confuso devido a forte influência da arquitetura europeia, bares movimentados e habitantes locais vestidos com roupas que parecem mais europeias do que sul-americanas. Largas avenidas arborizadas, uma abundância de museus, restaurantes e bares, onde o povo argentino altamente sociável se encontra para desabafar sobre os problemas do mundo.

O espanhol é a principal língua falada, com um forte acento pesado nos sons de “j”. Existem também muitas línguas indígenas ainda faladas nas partes mais isoladas do país.

A cortesia, a etiqueta e a aparência são extremamente importantes na Argentina, e os assuntos de negócios devem seguir um determinado formato. Os contatos são vitais, e muitas vezes como e por quem o contato é feito é quase tão importante quanto o contato em si. Embora os argentinos podem chegar atrasados para reuniões agendadas, os visitantes estrangeiros não devem seguir esse exemplo. Uma agência argentina de RP bem planejada e com contatos de alto calibre assegurará que sua empresa seja atendida no nível apropriado.

Uma das indústrias de editoração mais ativas de toda a região pode ser encontrada na Argentina, local do nascimento de muitos gigantes literários conhecidos em todo o mundo. O cinema nacional tem tido muito sucesso recentemente na escala internacional, com o lançamento de filmes como Diários de Motocicleta. A frequentação de cinemas na Argentina é semelhante à Europa, e os habitantes locais passam mais tempo no cinema do que qualquer um dos seus vizinhos sul-americanos. Buenos Aires é conhecida pela sua vibrante cena teatral e seu famoso Teatro Colón é classificado internacionalmente como tendo a melhor acústica do mundo.

Clientes Fieis

As preferências e tendências dos consumidores tendem a ser muito mais europeus do que em qualquer outro país vizinho. Tradicionalmente, os argentinos tendem a consertar em vez de substituir, e as peças sobressalentes tem um grande mercado. No entanto, os brasileiros e chineses recém-chegados ao país trouxeram muitas opções ao mercado, especialmente em termos de eletrodomésticos. Embora o preço seja sempre uma preocupação, os consumidores mais jovens são leais às marcas, mesmo com preços um pouco mais altos. Campanhas de fidelidade são algo que as agências argentinas de marketing e RP devem entender como um elemento crucial para qualquer programa de comunicação direcionado a esse público.

Embora tradicionalmente bem conservadores, os clientes mais ricos tendem a optar por marcas conhecidas, e não aos preços mais baixos, pois acreditam que isso lhes dará um item de melhor qualidade. A melhoria da economia está levando a um crescimento de fidelidade à marca, já que a sociedade tem mais renda disponível.

O desafio para empresas fazendo marketing na Argentina é se tornar uma marca relevante para os clientes no mercado. É importante que o consumidor confie na sua marca e nas promessas feitas. Assim que suas mentes e corações forem conquistados, pesquisas indicam que eles são cada vez mais propensos a permanecer como clientes fiéis.

Mente Aberta

Uma rica variedade de festivais de comida ao ar livre, shows gratuitos, exposições culturais e festas aparecem pela paisagem urbana semanalmente, frequentadas por urbanistas modernos e conscientes de saúde. Os alimentos orgânicos desfrutam de grande popularidade com os locais que escolhem onde comer baseado nesse aspecto. O café, o vinho e a erva-mate são tomados durante horas, à medida que os argentinos extremamente sociáveis se reúnem para ter longas conversas diante de refeições saudáveis. Cervejas artesanais e vinhos orgânicos tem tido uma prolífica popularidade nos últimos anos, tanto na vida real quanto online.

Os argentinos tem consciência política, relatam altos níveis de liberdade pessoal e, regularmente vão às ruas para defender suas ideias. Eles não são tímidos para dizer o que pensam, mas são diplomáticos mesmo sendo diretos.

Bastante reconhecido como tendo uma cultura de mente aberta, a Argentina foi um dos únicos países da América do Sul a legalizar o casamento gay – em 2009 (antes de ser legalizado nos EUA ou no Reino Unido).

O futebol é uma paixão nacional no país que produziu Messi e Maradona, e que conquistou duas vezes a cobiçada Copa do Mundo. A Argentina fornece jogadores a muitos dos maiores clubes de futebol do mundo, com mais de mil argentinos jogando no exterior, principalmente na Europa. O país ocupa o terceiro lugar do mundo no basquete e o quinto no rugby.

Alto Nível de Educação

Uma população bem educada, a Argentina tem as maiores taxas de alfabetização na América Latina (pouco menos de 98%) e o sistema educacional tem uma reputação positiva internacionalmente. A escola é obrigatória a partir dos cinco anos de idade – com treze anos de escolaridade gratuita oferecida a todos. Mais de doze milhões de pessoas estão matriculadas no sistema educacional argentino gratuito. Muitas famílias de expatriados optam por escolas que oferecem currículos internacionais, e existem pelo menos 160 dessas escolas.

Embora os primeiros anos do ensino secundário são mais gerais, os jovens são encorajados a começar a se especializar no seu último ano de colegial, quando começam a prestar exames de admissão para as universidades locais. As universidades locais são consideradas em nível mundial de excelência, e vários vencedores do Prêmio Nobel foram educados no sistema argentino.

Embora a educação universitária é gratuita para todos, os custos ocultos da educação (transporte, materiais, etc.) significam que os estudantes das classes sociais inferiores estão sub-representados no corpo estudantil universitário. Muitos argentinos trabalharão ao longo de seus estudos, o que contribui para taxas de abandono escolar relativamente altas em universidades.
O governo atual espera aumentar o dia escolar de quatro horas por dia para seis, e diz que o investimento atual irá colher benefícios até 2030.

A Argentina gasta a mesma proporção de seu PIB em educação que a Finlândia, mas com resultados menos satisfatórios. O governo está se baseando nos métodos finlandeses para a formação de professores e analisando as metodologias de recrutamento da Cingapura para atrair os melhores graduados para o ensino. Entre as recentes reformas em educação, havia uma iniciativa para enviar estudantes de escolas secundárias para estágios de experiência profissional, não remunerados, fazendo com que os grupos estudantis protestassem e ocupassem pelo menos 25 escolas públicas, alegando que o programa de estágio, parte da reforma “Escolas do Futuro” foi uma distração para estudantes.

Como pode se esperar, o país que enviou o Papa Francis ao mundo é predominantemente católico, principalmente devido à forte influência espanhola. Enquanto 75% se auto declaram como católicos, apenas cerca de 24% realmente atendem serviços religiosos regularmente. Para muitos, a religião só é praticada em determinados momentos do calendário religioso, como a quaresma, o período de 40 dias de abstinência que leva à Páscoa.

A Argentina é o lar das maiores comunidades muçulmanas e judaicas da América Latina, cada uma representando cerca de 1-2% da população.

PR na Argentina

Visão Geral do Mercado

Leia Mais...

A Capital – Bueno Aires

Leia Mais...

Cenário da Mídia

Leia Mais...

Cenário Online

Leia Mais...

Nuances Culturais

Leia Mais...