Nossa Rede > Nicarágua

PR na Nicarágua – Nossa História

Toda empresa estrangeira que queira prosperar no mercado nicaraguense vai se beneficiar de uma agência de relações públicas que entenda as peculiaridades culturais do país enquanto mantém uma perspectiva internacional.

Se você é uma marca de consumo, empresa provedora de serviços, ou uma startup de tecnologia inovadora, a Sherlock Communications é única entre as agências de relações públicas na Nicarágua, oferecendo uma equipe premiada que combina visão local e contatos de mídia, mas também décadas de experiência internacional.

Quer se trate de relações com a mídia, intervenção em mídias sociais e digitais, campanhas de influenciadores, marketing de desempenho ou geração de histórias e leads para a imprensa, a equipe nicaraguense da Sherlock tem um histórico comprovado em oferecer ótimos resultados para seus clientes internacionais, de startups a empresas de capital aberto.

Visão Geral do Mercado

A Nicarágua, a maior nação da América Central, é um país cheio de recursos naturais, capital humano, estrutura legal sólida, e abundantes oportunidades de investimento.

O país é uma república democrática representativa presidencialista, composta de quatro ramos que incluem o poder executivo, o poder legislativo, o poder eleitoral e o poder judiciário.

O atual sistema de governo segue a Constituição de 1987. Seu presidente, Daniel Ortega, é ao mesmo tempo chefe de Estado e chefe de governo e representa a Frente Sandinista de Libertação Nacional.

Cenário da mídia

Os nicaraguenses consomem a maior parte de suas notícias pelo rádio e pela TV. As redes de TV da Nicarágua e mais de 100 estações de rádio transmitem opiniões a favor e contra o governo.

Outros programas incluem produções locais, séries internacionais, comédias, filmes e muito mais. TV a cabo também é popular entre as pessoas em áreas urbanizadas (incluindo Ameri-Cable e Estesa). O maior canal de TV da Nicarágua é o Televicentro Canal 2, que também tem a cobertura mais ampla. Estestas Canal 63 ou 100% Noticias transmitem notícias locais e internacionais 24 horas por dia. Telenica Canal 8 é o canal de TV mais popular na Nicarágua.

Os principais jornais incluem La Prensa, El Nuevo Diario, Trinchera, La Jornada, o Bolsa de Notícias, La Noticia e Hoy. A Internet virou essencialmente um meio para os jornais e outras organizações de mídia transmitirem notícias e, mais ainda, para a busca de notícias antigas. Algumas organizações disponibilizam gratuitamente apenas quantidades limitadas de seus arquivos, cobrando pelo acesso ao restante. Outras organizações permitem que seus arquivos sejam livremente navegados.

Havia 1,9 milhões de usuários de internet até 2017, cerca de 60% da população, e 2,2 milhões de usuários ativos de mídia social e 8,8 milhões assinantes de dados móveis.

A Economia

A principal receita econômica é baseada na agricultura, silvicultura e pesca, comércio, hotéis e restaurantes, manufatura e serviços pessoais e empresariais. Em 2015, as exportações de bens e serviços da Nicarágua chegaram a US$ 4,8 bilhões e as importações de bens e serviços atingiram US$ 7 bilhões. Em 2016, o desemprego na Nicarágua foi de 5,9%, uma grande melhoria em relação a dez anos atrás, quando era de 46,5%.

O país continua a superar os efeitos colaterais da ditadura, da guerra civil e dos desastres naturais, mas desde a crise financeira de 2009, a Nicarágua teve um crescimento econômico considerável e, até 2016, sua taxa de crescimento do PIB foi de 4,7%. Esse crescimento foi liderado por legislações pró-negócios e a facilitação de procedimentos administrativos. Em 2016, o investimento estrangeiro totalizou US$ 1,442 milhão.

Na tentativa de se tornar um país cada vez mais globalizado, a Nicarágua aderiu nos últimos anos a acordos regionais, multilaterais e bilaterais. Atualmente faz parte do Mercado Comum Centro-Americano (MCCA) e também estabeleceu acordos de livre comércio com vários países, incluindo Estados Unidos, México, República Dominicana, Panamá, Chile e União Europeia.

Embora tradicionalmente a Nicarágua dependa de exportações agrícolas para sustentar sua economia, ela espera lançar um dos esquemas de infraestrutura mais ambiciosos do mundo – um projeto de canal que vai competir com o do Canal do Panamá.
Politicamente tem havido controvérsias com o presidente de esquerda sandinista, Daniel Ortega, com preocupações sobre favores a familiares e honestidade em pesquisas de opinião, no entanto, ele tem forte apoio dos pobres do país, que representam mais de um terço da população e que se beneficiaram de seus programas sociais.

Durante a presidência de Ortega, a Nicarágua experimentou um crescimento econômico estável, os níveis de pobreza caíram e há uma violência relativamente baixa em comparação com outros lugares da América Central.

As remessas de divisas são uma importante fonte de renda, o equivalente a 15% do PIB do país, originárias principalmente da Costa Rica, Estados Unidos e países membros da União Europeia. Cerca de um milhão de nicaraguenses trabalhando no exterior contribuem para o setor de remessas da economia.

Embora produtos tradicionais como café, carne e açúcar continuem a liderar a lista das exportações da Nicarágua, o crescimento mais rápido está agora nas exportações não tradicionais: têxteis e vestuário; ouro; frutos do mar; e novos produtos agrícolas, como amendoim, gergelim, melão e cebola. Têxteis e vestuário respondem agora por quase 60% das exportações da Nicarágua.

O turismo na Nicarágua cresceu consideravelmente nos últimos anos e agora é a segunda maior indústria do país. Espera-se que esse crescimento ajude a combater a pobreza e também afete positivamente os setores agrícola, comercial e financeiro, bem como o setor da construção civil. Os resultados na indústria do turismo da Nicarágua foram significativos, com o país acolhendo um milhão de turistas pela primeira vez em sua história no ano de 2010.

Em 2016, a contribuição total do setor de viagens e turismo para o emprego, incluindo empregos indiretamente gerados pelas exportações, foi de USD 630,9 milhões, representando 12,7% do total das exportações. O investimento no setor foi de US$ 161,3 milhões em 2016, com previsão de aumento de 6,5% em 2017 e, em seguida, 3,7% ao ano nos próximos dez anos para US$ 248,2 milhões em 2027 – 3,9% do total.

A fusão de diferentes culturas na Nicarágua causou o surgimento de uma identidade cultural nativa cheia de criatividade e vida. O país é conhecido como a terra dos poetas, e o poeta nicaraguense Rubén Darío é visto como o pai do movimento literário hispano-americano conhecido como Modernismo. A Nicarágua é um país afeito a sua música e dança, e Marimbas e outras variedades de dança folclórica dão vitalidade a suas festas em todo o país. Sua arte tende a refletir a história e o ambiente natural do país.

A Capital – Manágua

Manágua, com uma população de 1.480.270 habitantes, é a maior cidade do país em termos de número de habitantes e alcance geográfico, com um município que inclui outras cidades como Ciudad Sandino e Tipitapa, elevando a população total para cerca de 2,2 milhões. É também a sede do governo e dos poderes do Estado.

A população é composta principalmente de mestiços e brancos que são geralmente descendentes de espanhóis, com uma minoria de ascendência francesa, judia-nicaraguense, alemã-nicaraguense, italiana, russa e turca.

Novos edifícios governamentais, galerias, museus, apartamentos, praças, passeios públicos, monumentos, restaurantes, entretenimento noturno, amplas avenidas e viagens de barco no Lago Manágua ressuscitaram parte da antiga vitalidade do centro da capital.

Contato

Nombre

Email

Tema

Mensaje

Para mais informações sobre como a Sherlock Communications pode ajudar sua empresa atingir seus objetivos ou simplesmente para uma conversa sem compromisso ligue ou envie um e-mail:

Telefone

+55 11 3817 5852

Email

contact@sherlockcomms.com

Locais

Quartel general:
Rua Mourato Coelho Nº 923, Pinheiros, São Paulo – SP – Brasil, 05417-011